My weight loss progress

25 de junho de 2007

Faixa amarela ponta verde!!!

professor Rodrigo e eu

Esse na foto aí comigo é meu professor de tae kwon do.
Estou com preguiça de escrever agora, mas vim contar a novidade. Fiz exame de faixa do tae kwon do hoje, e aposentei a faixa amarela! :D Weeeeeeeeeeeeee!!!
Foi lindo!

Tirando o nervoso corriqueiro na hora do exame, foi tudo óximo. Estou mega feliz e não vejo a hora de estrear a faixa nova amanhã. :)

meu exame do tkd

Marcadores: , , ,

  Postado por Fabiana em 1:49 AM -
  9 comentários por: Anonymous Juju | Anonymous @nny | Blogger  | Blogger Raquel Messou | Blogger Raquel Messou | Blogger  | Anonymous quel | Anonymous LuRussa | Blogger St. Mário |

20 de junho de 2007

As roupas estão voltando!

eu na calça xadrez

Após longas férias num universo distante, minhas roupas que já não serviam mais agora estão retornando sorridentes! As que deixaram de servir já vão reassumindo seu lugar no cabide, e as que não cabiam messssmo já cabem ou quase isso. Essa calça xadrez da foto, é um tamanho 46 100% algodão da Renner, que deixei de usar há um bom tempo... lembro que nos últimos dias antes dela entrar de férias, fechar o botão e o zíper era um sacrifício vexaminoso, a costura já estava explodindo e tinha um belo muffin pendurado pra fora, digno de muito choro com arrancamento de cabelos.
Agora ela serve, fecha sem dramas e não tem mais muffin top. Essa camisa da foto, desde que comprei, há uns anos atrás, nunca serviu direito porque não passava nos braços e ficava muito justa nos peitos/tronco. E acho que é um 44 ou 46, não sei bem (não achei a etiqueta com o número). Agora já serve! Menos uns 3 ou 4kg e ela ficará perfeita! Digam amém!

Estou muito feliz, minhas calças 48 estão todas caindo (caindo mesmo, se puxar eu fico pelada, sou obrigada a usar cinto). Não vejo a hora de reduzir mais uns 15 números do manequim e incendiar o armário.

Estou menos ogra, me sentindo melhor e menos baranga, embora saiba que não é aqui que acaba minha luta. Ainda falta bastante, mas estou indo bem, como manda a profecia.

Puta merda, eu emagreci! Caralha, eu vou dominar o mundo! :D Urrúúúúúúúúúúú!!!

Marcadores: , , ,

  Postado por Fabiana em 6:37 PM -
  9 comentários por: Anonymous Anônimo | Blogger Fabiana | Blogger Kelly | Blogger Cris | Anonymous Baru | Blogger  | Blogger FATIMA | Anonymous Iara | Blogger FÁTIMA CRISTINA |

8 de junho de 2007

Sobre baranguice e milagres.

Achei muito bom o último post da Larissa com perguntas sobre emagrecimento.
Responder a essas perguntas exige auto-análise e uma reflexão momentânea sobre o que somos, o que sentimos em relação a isso e como gostaríamos de ser. Por isso resolvi responder também a este pequeno questionário, que além de tudo é divertido de fazer. :)

Quantos quilos você pesa atualmente?
E isso é pergunta que se faça para uma lady? Hahaha!
Depois de cagar, uns 86,6kg. Antes disso, 87kg.

Quanto você quer pesar?
59kg, sendo ambiciosa. Mas tá bom 64kg, para ser saudável.

Mora em que cidade país?
Universo paralelo número 6.
Capital de São Paulo, zona oeste perto do centro.

Pratica alguma atividade física? Qual?
♥ Tae kwon do ♥, esteira, musculação, transport. De vez em quando faço outras aulas, como spinning (que deixa as partes doendo no dia seguinte), jump, fitball, pilates, yoga, step, boxe.

Qual a principal barreira para uma alimentação adequada?
Chocolate e lombrigas dançarinas assanhadas.
Livre acesso a gostosuras sem testemunhas por perto.

O seu maior problema são os doces ou os salgados?
Doces. Especialmente chocolate. Relação de amor e ódio.

Você comeu chocolate hoje?
No. Mas comi uma fatia da pizza de ontem.

Você comeu alguma fritura hoje?
Não. Acabou de chegar meu George Foreman Grill! Urrúúúú!
Fritura? O que é isso?

Qual é a numeração da sua calça?
48 já larguinhas, 46 voltaram a caber confortavelmente.
Enfim, depende se é da Renner ou da Marisa. As da Marisa têm modelagem menor.
Mas quando eu couber nas 44 eu queimo as calças de gorda dentro do armário.

Quando foi a última vez que esteve feliz com o peso?
Nunca estive, eu apenas tentava não pensar nisso.

Se já emagreceu, por que voltou a engordar?
Eu não voltei a engordar. Apenas fui engordando de modo contínuo e gradual, desde a infância.

Você se pesa com que freqüência?
Diariamente, ou quase isso. Pelo menos uma vez por semana, pra controle.
Agora estou tentando parar com a paranóia, mas antes eu pesava antes e depois de cagar (média diária de 300g de corinthianinhos no vaso).

Quando você inicia uma dieta qual a primeira coisa que faz?
Vou à falência indo no supermercado comprar comidas saudáveis e anoto o peso inicial.

Você fica muito tempo sem comer quando está de dieta?
Não, eu tento comer de 3 em 3 horas, ou quando lembro.

Você tem consciência plena de que se tiver uma alimentação adequada e mexer o corpo vai emagrecer?
Com certeza! Já estou fazendo isso.

Toma algum remédio?
Não, só anticoncepcionais, porque me recuso a ser mais uma parideira no mundo. Crianças em geral me aborrecem.
Mas eu acho que lexotan deveria ser distribuído com a cesta básica.

Já fez alguma dieta maluca, quais?
Nenhuma. Dieta é coisa de gente doida. Come direito e pronto, caralha!

Você come porque é gostoso comer ou a comida é uma fuga?
Tempo passado (comia): ambos. Mas agora estou sendo ninja e quase saudável. Com algumas exceções eventuais, como só o suficiente, tenho feito um controle calórico "de olhômetro" e se bater a lombriguice me entupo de gelatina diet/light e pronto.

Você já sentiu fome? Ou sente só vontade de comer?
Claro que já senti fome. Especialmente depois de ficar longos períodos sem comer. Geralmente é quando não estou em casa para providenciar algo, e fico me amaldiçoando por não ter pego uma barra de cereal antes de sair de casa.

Quantos pedaços de pizza você come tranquilamente?
3 no máximo. Geralmente 2.

Quando você é convidada para uma festa, a primeira coisa que você pensa é na comida ou no prazer de estar com amigos e parentes?
Nenhum dos dois. Eu penso em como vou me sentir deslocada e perdida no meio de gente tão comum/superficial/tacanha/chata/sem noção/esquisita, e como me sinto diferente e não me encaixo naquela situação e ambiente. Penso: "que diabos vou conversar com essa gente?" e faço cara de paisagem em algum canto. Geralmente não vou a festas.

Quem cozinha na sua casa é você?
Sim, ou morrerei de fome.

Ter crianças por perto dificulta ainda mais o processo de emagrecimento?
Criança boa é criança morta.
Felizmente minha vida é ranhentos-free. Que diabos uma criança faria aqui afinal? Eu acho que ficaria louca, sairia correndo e nunca mais voltaria. Não sei o que crianças comem e nem quero saber.

Você procura fazer algumas coisas a pé sem o carro?
Não, eu só faço coisas a pé com o carro.
Que carro?

Ir para a praia é um tormento?
Sempre foi e sempre será. Eu sou branca.
Branquelas e sol não ocupam o mesmo lugar no espaço.

Usa maiô ou biquini?
Maiô, para natação e hidroginástica (quando eu fazia).

Qual foi a última vez que se olhou no espelho nua?
Sei lá, eu me olho quando saio do banho antes de vestir a roupa, mas não pra ficar apreciando o material. Geralmente é pra resmungar sobre como estou macaca e preciso ver a cera quente com urgência.

Ficou muito tempo sem se pesar?
48 horas, talvez. Minto. Antes de comprar a balança (há alguns anos), ficava décadas sem me pesar. Agora peso com certa freqüência.

Por que você acha que temos compulsão por comida?
Um desequilíbrio químico no cérebro, eu acho. Pra mim o vício por comida é a mesma coisa que vício por drogas. A sensação de descontrole diante da vontade é a mesma.

Já foi a endocrinologistas que passaram dietas altamente restritivas que não consegiu seguir e logo retomou a antiga alimentação?
Sim. A dieta nem era tããão restritiva assim, se for pensar bem.
Mas gordo só pega no tranco, depois que a balança acusa 200kg e você sai gritando de desespero é que faz algo sobre isso. Até lá, continua se entupindo de feijuca.

Qual prato que você acha o mais gostoso de todos?
Tirando chocolate, strogonoff de carne.

Que alimento você não come?
Bacon. Carnes de porco em geral. Leite. Babaganush. Jiló, porque é ruim. Carnes gordurosas, pelancudas e nojentas em geral. Coisas com olhos, rabo, cabeça, patas, língua e pedaços esquisitos de animais. E cocô.

Come salada?
Sem dúvida. Mas prefiro legumes e verduras cozidas.

Já parou para pensar no quanto gasta de dinheiro com comida purpurinada e desnecessária?
Sim. A vida moderna é uma merda. Muita oferta de lixo e nossos olhinhos brilhando diante de tantas embalagens coloridas...
Eu preciso é parar de comprar sabão e amaciante, nem lavo tanta roupa assim pra ter tantas opções de sabão líquido e em pó, e amaciantes combinando.
Mas voltando às comidas, alguma coisa se salva no mundo mágico da comida industrializada (barras de cereais, leite de soja light, shakes), mas realmente vamos à falência com isso.

A obesidade atrapalha sua vaidade?
E muito! Cansei da minha bunda mastigando a calcinha na aula de taekwondo.
Cansei do muffin top. Cansei da baranguice, da pelanca do braço sacolejando, da perna que não entra na calça e do suadouro de provador de loja porque nada entra como manda a profecia. Cansei de ficar em casa porque não tinha o que vestir, ou porque as únicas roupas que entram estão mais adequadas para fazer faxina na casa de alguma família do que para o papel de vestimenta. É terrível. Obesidade é uma merda.

Você faz as unhas com frequência?
Sim. Freqüência anual. Este ano já fiz.

Se você vai na Padaria comprar pão, o que você leva que não deveria?
Se você morasse do lado do Benjamin Abrahão entenderia meu drama.
O melhor croissant do mundo!!! Mas só de vez em quando. Ou triângulo de queijo branco com gergelim. Hummmmm... No máximo uma vez por semana, e depois faço as malas e vou pra cadimía.

O seu companheiro fala algo sobre estar gordinha?
Não, ele também está gorducho, nem pode falar nada. Mas está aprovando a minha dedicação em ficar magrela. E aí ele terá que me guardar na jaula porque ficarei divina.

Sua reação é recebida como incentivo para melhorar ou fica deprê com a crítica?
Eu sou a favor da máxima: "muito ajuda quem não atrapalha".
Mas independente do que os malas ao redor digam a respeito da sua silhueta ou façam pra boicotar seu esforço, o negócio é contigo mesmo.
Eu cresci com minha mãe me visitando duas vezes ao ano e tudo o que ela sempre foi capaz de dizer era o quanto eu estava gorda e cada vez mais gorda, como se eu já não soubesse disso. Mas nunca fez nada pra ajudar. Então, sinceramente, eu cago pras opiniões alheias, mesmo da família. Mas obviamente na hora isso tende a chatear bastante. Acho que nunca ouvi minha mãe dizendo um elogio, ou dizendo que me ama. Só que estou gorda e sou preguiçosa, e não arrumei a minha cama (nem irei, jamais!).

Qual foi a pior situação pela qual passou por estar gordinha?
Ser chamada de gorda na rua por idiotas passando de carro.
Ficar puta com isso, mas saber que eles estão certos. Estou gorda mesmo, grande bosta. Eles vão continuar tendo pau pequeno e sendo idiotas, mas é bom fazer algo por si pra não se dar ao luxo de ouvir esses "elogios" novamente.

Sente que há preconceito?
É óbvio que há preconceito. Eu mesma sou preconceituosa. Odeio gente burra!
Mas obesos mórbidos são realmente algo assustador, convenhamos. É tratar ou tratar.
A sociedade é preconceituosa, até mesmo onde não aparenta ser. Mas se obviamente não contratam atendentes obesas em lojas de roupas, o jeito é emagrecer porque não vão mudar o mundo de um dia pro outro para acolher com amor os que são alvo de discriminação por suas arrobas a mais. Querem que nos encaixemos em padrões, mas acho que não é necessário tanto pra ser aceito e não-incomodado. Acho que é bom procurar ser saudável e encontrar um meio termo entre o suposto padrão estético e o que se pode ser com saúde.

Quando sente aquela vontade de comer, mesmo sabendo que está satisfeita, o que faz?
Como gelatina.

É feliz?
E por que não? A felicidade independe de coisas e situações. Tudo poderia ser melhor, mas tudo poderia ser pior também. O segredo é aproveitar o que há de bom aqui e agora. Sim, sou feliz. :)

Marcadores: , , ,

  Postado por Fabiana em 3:47 AM -
  15 comentários por: Anonymous Evelize | Anonymous Larissa | Anonymous LuRussa | Anonymous Juju | Blogger Kelly | Anonymous @nny | Anonymous Juju | Blogger  | Anonymous Anônimo | Anonymous LuRussa | Blogger Raquel Messou | Anonymous Ariane | Anonymous Micha | Blogger quel | Anonymous Juju |

3 de junho de 2007

Lombrigas em festa.

Passando só pra dar uma atualizada. Está bem difícil manter a linha na alimentação, hoje fiz estravagâncias carboidráticas; fiz e comi cocada de colher durante a semana. Já dá pra notar diferença no peso, mas nada grave nem irreversível.
Semana que vem ninguém me segura, começo novamente com força total a dieta xiita e os exercícios com afinco. Já foi-se embora 1/3 do peso em excesso, cada quilo a menos é uma alegria e tanto para mim.

Mas agora preciso ir dormir. Sono de beleza também faz parte da minha vida de diva, futuramente magrela. :)

Eu depois do treino

Foto de celular, eu na quinta-feira passada depois do treino.

Marcadores: , , , ,

  Postado por Fabiana em 1:45 AM -
  4 comentários por: Anonymous Micha | Anonymous redonda | Anonymous Futura ex-gordinha | Blogger Nathy_Rosa |

Ouvindo recentemente:

Last FM last played chart

Metas 2008

1) 72kg
2) 68kg
3) 64kg
4) 59kg

Blogs

Links

Minha estante:

Posts anteriores

Arquivos